Sandro Costa

    Sandro Costa

    Belo Horizonte (MG)
    2seguidores3seguindo
    Entrar em contato

    Comentários

    (91)

    Recomendações

    (69)
    João N Neves, Instrutor e Professor de Cursos Livres
    João N Neves
    Comentário · há 8 dias
    "Se quisermos seguir acreditando que não se trata de um machismo religioso e conservador, tudo bem, mas façamos uma reflexão: se homens engravidassem estaríamos discutindo tudo isso sobre aborto?" Alguém no passado disse o seguinte: "repita mil vezes uma mentira que acaba se tornando verdade". Em que pese o texto em si ser repleto de falácias ideologicamente marcadas, mentiras/lorotas/exageros/"mimimi" históricas, biológicas, filosóficas, antropológicas e até teológicas, eu vou me atentar apenas e tão somente ao item acima destacado. 1-"Se quisermos seguir acreditando que não se trata de um machismo religioso..." Clichê novo para mim, "machista religioso" e a armadilha retórica do SE, ou seja, SE você não acreditar em mim e não no que seus olhos vêem, seus ouvidos ouvem, você é um "machista religioso", pronto e acabou-se a discussão. 2-Ser conservador no Brasil, uma nação de origem católica/cristã, é ofender a minoria hidrófoba, anticristã e ideologicamente marcada à esquerda. Segundo IBGE (2010) MAIS de 90% da população brasileira, ou é cristã ou possui matriz civilizacional cristã. Segundo a minoria hidrófoba, anticristã e ideologicamente marcada à esquerda, ELA detém a condição de dizer que o laicismo e a tal democracia, no Brasil, É INVERTIDA, ou seja, a minoria manda, a maioria que trate de calar a boca. 3-"façamos uma reflexão: *se homens engravidassem estaríamos discutindo tudo isso sobre aborto?*"...." Esse é o clássico exemplo da falácia genética (misturada com inversão de planos, pista escorregadia etc etc, um combo de desonestidade intelectual). Não costumo utilizar o" wikipedia "por considerá-lo bem primário e manipulável em definições, mas dou aqui a definição: *"Falácia genética - é uma falácia lógica que consiste em aprovar ou desaprovar algo baseando-se unicamente em sua origem. Ocorre quando alguém tenta ridicularizar uma ideia, prática ou instituição simplesmente tendo em conta sua origem ou seu estado anterior." Hoje em dia, em que mais de 90% das mortes violentas no Brasil são de HOMENS; onde os menos de 10% restantes são de mulheres (e essas merecem o" feminicídio "), nascer HOMEM e ser cristão/heterossexual é já nascer um criminoso e com" divida histórica ".

    Perfis que segue

    (3)
    Carregando

    Seguidores

    (2)
    Carregando

    Tópicos de interesse

    (5)
    Carregando
    Novo no Jusbrasil?
    Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

    ANÚNCIO PATROCINADO

    Outros perfis como Sandro

    Carregando

    Sandro Costa

    Entrar em contato